Em tempos de novo presidente e talvez de um início de uma nova cultura sobre posse e porte de armas de fogo no Brasil, recebi um vídeo emocionante e um trecho do texto que explica bem o que se deve entender sobre armas de fogo e sua relação histórica com a criação e manutenção de civilizações.

O vídeo foi enviado a mim pelo proprietário da ArmaLite, nosso amigo José Augusto Schincariol, que é uma famosa fabricante de armas de fogo americana, mas que é de propriedade de um brasileiro corajoso e desbravador que está tentando construir a segunda fábrica privada de armas em solo nacional, já que possuímos apenas uma!

Para saber mais sobre a ArmaLite, temos em nosso canal YouTube vídeos que vamos disponibilizar aqui os links - ARMALITE - O berço do AR-15, ATIRANDO NO BERÇO DO AR-15 - com as armas de ARMALITE, TESTANDO AS ARMAS DA ARMALITE.

Descobri que o texto vem de um Blog chamado Misses Brasil e faz parte de um artigo com o título: “A arma de fogo e a civilização.”, que é muitíssimo interessante. Mas, para que esta publicação não se torne muito longa, vou postar aqui somente o trecho a mim enviado, porém, vou disponibilizar o link para aqueles que quiserem se deleitar nesta leitura – A arma de fogo é a civilização.

Quanto ao vídeo consegui poucas informações em minhas investigações, sei apenas que foi um discurso feito pelo General Peter van Uhm, do exército holandês, em Amsterdam e que vale muito a pena vê-lo.

Segue a frete o texto e o vídeo.

“A arma de fogo é o único objeto de uso pessoal capaz de fazer com que uma mulher de 50 kg esteja em pé de igualdade com um agressor de 100 kg; com que um octogenário esteja em pé de igualdade com um marginal de 20 anos; e com que um cidadão sozinho esteja em pé de igualdade com cinco homens carregando porretes.

A arma de fogo é o único objeto físico que pode anular a disparidade de força, de tamanho e de quantidade entre potenciais agressores e a potencial vítima.

O fato de que uma arma de fogo facilita o uso de força letal é algo que funciona unicamente em prol da vítima mais fraca, e não em prol do agressor mais forte. O agressor mais forte não precisa de uma arma de fogo para aniquilar sua vítima mais fraca. Já a vítima mais fraca precisa de uma arma de fogo para sobrepujar seu agressor mais forte. Se ambos estiverem armados, então estão em pé de igualdade.

Se a arma de fogo não fosse nem letal e nem de fácil manipulação, então ela simplesmente não funcionaria como instrumento equalizador de forças, que é a sua principal função.

Pessoas que defendem a proibição das armas estão, na prática, clamando para que os mais fortes, os mais agressivos e os mais fisicamente capacitados se tornem os seres dominantes em uma sociedade — e isso é exatamente o oposto de como funciona uma sociedade civilizada.

Quando as armas são restringidas por lei, não há nenhum motivo para se acreditar que criminosos irão obedecer a esta lei. Pessoas que utilizam armas para infringir a lei também infringirão a lei para obter armas. A máxima segue irrefutável: se as armas forem criminalizadas, apenas os criminosos terão armas.

Uma grande civilização é aquela em que todos os cidadãos estão igualmente armados e só podem ser persuadidos via argumentos racionais, jamais coagidos."




Se você gostou da publicação não se esqueça de deixar o like 👍, mandar seu comentário dando sugestões ou críticas e não se esqueça de se inscrever em nosso Blog para receber em primeira mão as novas publicações da equipe do 1911.

Veja também o 1911 em outras mídias sociais:

🔹YouTube - https://www.youtube.com/c/1911ARMASDEFOGO

🔹Instagram - https://instagram.com/1911armasdefogo2?igshid=g72c5tbd9jlb

🔹Facebook - https://www.facebook.com/1911armasdefogo/

  ♠️ SE VOCÊ TREINA ♠️

♠️ VOCÊ SALVA VIDAS ♠️

Tenente-Coronel Bruno 👊🗡🔫

==========================

⚠️ Siga @ten.coronel.bruno