A posição isóceles é a posição de tiro mais comum e a mais usada entre os praticantes do tiro esportivo e tiro de combate, já que sua simplicidade a coloca a frente das outras, como a frente iremos discorrer.

Posição isósceles sendo usada no tiro com visada.

Esta posição proporciona ao atirador uma postura confortável e efetiva, pois coloca o operador exatamente "atrás da arma", que é um local muito adequado para um bom tiro, seja ele visado ou instintivo. O seu nome é facilmente compreendido se observarmos a figura abaixo. Quando o atirador estende os braços à frente para realizar os disparos, se ele estiver fazendo-a da forma correta, um triângulo isósceles é formado entre seus braços e o tronco. Alguns ainda chamam essa posição de tiro de "cone fatal".

Alguns pontos devem ser observados durante a execução dos disparos na posição isósceles:
1 - os dois pés devem estar apontados para o alvo. Caso eles não estejam nesta posição, o quadril e consequentemente os ombros ficarão desalinhados em relação ao alvo. Geralmente o que leva um operador a atirar bem é a maneira como ele administra os ângulos de posicionamento dos membros de seu corpo e do tronco e também os vetores de força e energia que atravessam a estrutura de seu posicionamento. Como diz nosso amigo Marcelo Esperandio, da @esperandiotacticalconcept," atirar bem é uma guerra de vetores e ângulos";
2 - o quadril e o tronco devem estar direcionados totalmente para o alvo. Claro que com o devido treinamento o operador conseguirá fazer com facilidade disparos em direções diferentes da projeção natural dos pés, quadril e ombros. Mas sempre que possível, mantenha o alinhamento das pontas dos pés, do quadril e do tronco direcionado diretamente para o alvo.

Posição isósceles sendo usada no tiro com instintivo.

Em relação ao posicionamento dos pés, o operador pode mantê-los paralelos (posição isósceles clássica), com a abertura das pernas um pouco maior que a largura dos ombros ou em planos diferentes, com o pé da mão ativa (mão forte) a retaguarda do pé da mão reativa, ou seja, destros devem manter o pé direito a retaguarda e canhotos o pé esquerdo recuado em relação ao direito (posição isósceles modificada).

Posição Isósceles clássica.

Eu particularmente prefiro a posição ISÓSCELES modificada - como nas figuras abaixo, pois dá maior sustentação e assimilação do recuo da arma, maior fixidez ao solo caso o operador seja empurrado e principalmente aumenta a possibilidade de reação, já que é um posicionamento muito parecido com uma base de luta e justamente por isso é mais versátil e flexiva.

Posição Isósceles modificada.

Pés posicionados em planos diferentes.

A posição isóceles com os pés em planos diferentes dá ao operador mais segurança, agilidade e agressividade. Claro que a posição isóceles não pode ser considerada como algo engessado, assim como qualquer outra posição de tiro a ergonomia pessoal do operador deve ser respeitada, pois acima de tudo uma posição de tiro deve ser confortável!

Pés posicionados em planos diferentes.

Finalmente, em relação à posição isósceles para o CAR System, como bem ensinam nossos amigos da @sabretacticalsouth, que são os melhores nesta técnica de tiro em toda América Latina, ela também é muito importante, já que os disparos feitos para frente devem ser feitos na posição isósceles, considerando todas as suas vantagens que acima apontamos. Se você ainda não conhece o CAR System é só clicar aqui CAR System - o sistema de tiro de Paul Castle.
Agradeço a todos que estão conferindo nossas postagens, mas agradeço mais ainda se compartilharem com seu irmão de arma e se inscreverem em nosso Blog.
.
. ♠️ SE VOCÊ TREINA ♠️
♠️ VOCÊ SALVA VIDAS ♠️
Tenente-Coronel Bruno 👊🗡🔫
.
Siga @ten.coronel.bruno